2016, foi o melhor ano de sempre do turismo na região transmontana de Portugal

De acordo com o acompanhamento e a monitorização da Associação de Municípios da Terra Fria do Nordeste Transmontano (AMTFNT) os dados estatísticos do sector turístico referentes aos concelhos de Bragança, Miranda do Douro, Mogadouro, Vimioso e Vinhais que integram a Rota da Terra Fria Transmontana e ao Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial que desenvolve o projeto e-DOURO-EXP para estimular o crescimento dos setores de turismo e agroalimentario da região.

A monitorização é feita com bases de estatísticas do INE, que apenas fornece dados do concelho, referentes ao ano de 2016 até o final de 2017. Importante salientar que os dados remetidos pelo INE não apresentam os condicionalismos de “segredo estatístico” e de tipologias de alojamento, que restringem os dados apresentados pelo INE no seu site.

Após o esclarecimento e seguindo os dados estatísticos o ano de 2016 foi o melhor ano de sempre do turismo na região, conforme se expõe:

  • Pela primeira vez foi ultrapassada a barreira das 200 mil dormidas (215 438) registando-se um aumento de 76 836 face ao ano de 2015. Este aumento verificou-se em todos os concelhos;
  • Aumento de 55% das dormidas face a 2015 (em 2015 tinha havido um crescimento de 11% face a 2014). Em termos comparativos, a nível nacional registou-se um crescimento de 11,1% e no Norte do País um crescimento de 10,70% face a 2015, portanto a TFT cresceu 4 vezes mais;
  • A nível mensal houve um crescimento praticamente integral, havendo apenas o mês de dezembro que teve uma quebra de 5% (-436 dormidas). De salientar o aumento no mês de agosto (158%), julho (91%) e março (62%), nos restantes houve sempre aumentos de dois pontos percentuais.
  • Estada média foi de 1,89 dias quando em 2015 tinha sido de 1,34 dias. De notar que houve meses, julho e agosto que ultrapassaram os 2 dias de estada média, sendo que este dado é ainda mais relevante porque o número de hóspedes também aumentou;
  • Número de hóspedes aumentou 32 532 face ao ano de 2015;
  • Valor Gerado de 14.649.784,00€ (dormidas x68€ “valor médio que o turista gasta no Norte”).

Em termos de caraterização dos hóspedes verifica-se que 71% são Portugueses e 29% Estrangeiros que se ordenam assim: 1º- Espanha; 2º-França; 3º Brasil; 4º-Países Baixos; 5º- Alemanha; 6º- Reino Unido; 7º- Bélgica; 8º- Itália; 9º- Europa de Leste e Escandinávia; 10º – Outros Países.

O período de visita preferencial dos turistas é entre maio a outubro, pelo menos 70% dos Portugueses e 77% dos Estrangeiros o fazem nesta altura do ano, sendo que 31% dos Portugueses e 25% dos Estrangeiros preferem o mês agosto, respetivamente.

O aumento do turismo na região apresenta que esses dados superam o crescimento do turismo no país, mostrando que o potencial turístico de facto existe. Vários fatores influenciaram estes resultados, desde logo o boom turístico que o País atravessa, eventos cada vez mais atrativos nos vários concelhos e o trabalho desenvolvido pela AMTFNT com a organização e implementação de campanhas de comunicação da Rota da Terra Fria Transmontana (2014 e 2015), assim como o contínuo trabalho a nível online, quer no portal da rota como nas redes sociais, as famtrips realizadas, as participações em feiras e o aperfeiçoamento e criação de novos produtos em colaboração com agentes privados têm sido instrumentos de efetiva importância para a obtenção destes resultados.

Escrito por Rota Terra Fria Trasmontana e editado na AECT-Duero Douro.

0 comentarios en “2016, foi o melhor ano de sempre do turismo na região transmontana de Portugal

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *