As alternativas ao turismo de massas para o distrito de Bragança vão ser discutidas no congresso internacional SMART TRAVEL

Para debater o futuro do turismo em cidades inteligentes de pequena e média dimensão, mais de 20 especialistas vão se reunir na cidade de Bragança, que faz parte da região onde está contemplado o projeto e-DOURO_EXP.

Presidente da Câmara Municipal de Bragança, Hernâni Dias, refere que este evento é importante porque coloca Bragança como centro da discussão global sobre o futuro do turismo em zonas periféricas, de cidade criativa e inteligente e que não procura um turismo de massas, “como está a acontecer hoje noutras cidades do país e com problemas associados e ter aqui efectivamente um turismo mais seleccionado, de pessoas que efectivamente gostem daquilo que nós temos para oferecer e não apenas porque vamos ali porque temos de ir ali porque toda a gente vai.”

Hernâni Dias salienta que a organização deste evento em Bragança significa que a cidade está aberta à inovação, tecnologia e criatividade e além de levar o nome desta capital de distrito além-fronteiras é também uma reflexão sobre a sustentabilidade destes destinos.

Vítor Pereira, director do Smart Travel, diz que “Bragança tem todas as condições para se posicionar como alternativa àquilo que é o turismo massivo e aquilo que é também a deslocação massiva para as grandes cidades.”Vítor Pereira acrescenta ainda que o problema é que muitas vezes as pequenas e médias cidades tentam imitar as grandes o que não está a dar a resultado.

“A maior parte das vezes, as pequenas e médias cidades tentam imitar soluções que as grandes já têm e que não estão a dar a resultado. As pequenas e médias cidades têm de ter a sua própria estratégia de captação de turistas que não são os mesmos turistas do Porto ou Lisboa, o que é preciso é que entendam que tem de ser feito a nível local e com todas as forças juntas”, salientou.

Este congresso conta com oradores de renome internacional na área do urbanismo, como o americano Chuck Wolf, a russa Marina Ostrowski, o holandês Xander Bueno e o português Fernando Alvim.

Uma das novidades que marca a edição deste ano é a participação de personalidades nacionais e da região, uma forma de os convidados conhecerem também a zona e terem uma experiência mais completa gastronómica e cultural em Bragança. Este ano o evento centra-se no auditório Paulo Quintela e a entrada é gratuita.

Texto escrito por Brigantia e editado na AECT-Duero Douro

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *