TRÁS-OS-MONTES TEM DESTAQUE NO TURISMO E CRESCE MAIS QUE NO PORTO

A sub-região que faz parte do território norte de Portugal e que tem fronteira com a Espanha, cresceu mais no que diz respeito a visitantes do que a área metropolitana do Porto, no ano passado em comparação com 2016. A revelação foi feita no dia 08/02 na feira do Fumeiro de Vinhais, pelo presidente da entidade Turismo Porto e Norte, Melchior Moreira.

As categorias que mais contribuíram para este crescimento foram os setores gastronómico e de turismo de natureza. essas actividades também tem como prioridades no Projecto e-DOURO_EXP desenvolvido pelo Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Duero-Douro.

“Verificamos que comparativamente com 2016 que a área metropolitana cresceu, mas Trás-os-Montes cresceu acima da média de crescimento da área do Porto, o que quer dizer que a estratégia que nós assumimos de trabalhar os produtos estratégicos, que aqui na região é, para além da gastronomia, o turismo de natureza, essa mensagem de trabalho com as autarquias com o sector privado da região e as pessoas que trabalham na área do turismo activo, permitiu que este numero de visitação tenha crescido”, destacou Melchior Moreira.

Segundo o presidente da entidade do Turismo Porto e Norte, trabalhar os produtos e as ofertas em rede tem contribuído para o aumento dos visitantes também na região.

A feira do fumeiro de Vinhais contribuem para aumentar os visitantes na época baixa.

O presidente do município de Vinhais; Luís Fernandes, espera que o certame seja visitado por mais de 80 mil pessoas.

Até domingo, são esperados muitos visitantes na 38.ª edição da feira do fumeiro de Vinhais, que para além da venda e exposição de produtos, inclui no programa as jornadas técnicas do porco bísaro, o concurso nacional de Raça Bísara, e também com a actuação musical de Cuca Roseta hoje à noite e David Carreira amanhã.

Escrito por Brigantia e editado na AECT Duero-Douro.

Imagem feita por Brigantia.

 

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *