OCORREU EM TORRE DE MONCORVO A OITAVA EDIÇÃO DA FEIRA MEDIEVAL

Este ano, a feira contou com mais 10 espaços de animação. Para além das tabernas, os forasteiros provou as iguarias moncorvenses e os sabores da época, a iniciativa, que está  no seu oitavo ano, acolhe o mercado medieval onde se movimentam os mais de 90 mercadores e artesãos, sendo que a maioria é do concelho. Para os comerciantes, que valorizam o evento, acreditam que a dinâmica tem conseguido atrair cada vez mais pessoas.

O presidente da câmara de Torre de Moncorvo, Nuno Gonçalves,  salientou que ali se acolhe a maior jazida de ferro da Europa e, que o tema da feira este ano, serve para relembrar a reabertura das minas de ferro no concelho.

Nuno Gonçalves destaca que a feira envolve “sobretudo as gentes do concelho, o que a torna especial”.

O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Douro, esteve presente através do programa “Conociéndonos” com mais de mil alunos, quer da vila ou de concelhos vizinhos e ainda do programa que engloba várias escolas de Portugal e Espanha, estão também a participar na feira através de várias actividades e referem que a iniciativa serve para se conhecerem entre si, terem a noção de outras realidades.

A feira contou ainda com espectáculos e recriações históricas em torno da temática do ferro, música e danças.

Para saber mais, entre no site da feira: http://www.moncorvomedieval.com/pt/

Escrito por Brigantia e editado na AECT Duero Douro.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *